Más notas na escola? Agora é que vão ser elas!

O que fazem quando o filho tem más notas na escola.

Estás em plena reunião de pais e recebes a notícia que o teu filho tem más notas na escola. Agora é que vão ser elas!

Provavelmente o professor deu-te algumas estratégias, provavelmente ouviste alguns dos outros pais partilharem as estratégias que irão implementar, provavelmente os teus familiares sugeriram-te as suas estratégias, provavelmente já escolheste as estratégias que vais utilizar, ou provavelmente decidiste pesquisar sobre este assunto e provavelmente foi assim que chegaste a este artigo.

Em época de reuniões de pais quero que saibas que o meu coração está com aquelas crianças que vão ter lidar com a ira dos pais porque, segundo estes eles, não cumpriram a sua obrigação que é ter boas notas.

Quero acreditar que esses pais tão exigentes com as suas crianças são-no ainda mais consigo próprios e que:

– Lêem pelo menos um livro por mês.

– Não passam a vida na copa a beber cafés e a conversar com os colegas.

– Estão sempre atentos, focados e produtivos nos seus trabalhos.

– Não perdem tempo nas redes sociais.

– Não perdem tempo a jogar.

– Não perdem tempo a ler revistas cor de rosa e ver programas do género.

– Não perdem tempo a discutir sobre o futebol.

– Acordam sempre bem-dispostos.

– Têm sempre um humor estável, independentemente do que lhes aconteça durante o dia.

– Dão-se bem com toda a gente, mesmo com quem não gostam e se por acaso se zangarem com alguém pedem logo desculpa, dão um abraço e continuam a conversar tranquilamente com a pessoa imediatamente a seguir.

– Nunca mentem.

– Admitem os seus erros e pedem logo desculpa.

– Investem o tempo que têm fora do emprego em formações para adquirirem conhecimentos e competências novas. 

– Seguem todas as indicações dos seus superiores porque são bem comportados.

– São extremamente exigentes consigo próprios e dão sempre o seu máximo em tudo o que fazem.

– Cumprem todas as regras escrupulosamente, seja no trabalho, no trânsito, nos jogos, apanham o cocó dos seus cães, não deitam as beatas para o chão, aliás, não fumam, comem sopa ou vegetais as todas as refeições e praticam, pelo menos, duas horas de actividade física por dia.

Sempre que oiço um adulto dizer a um professor “aperte com ele que é a obrigação dele, bla, bla, bla” tenho a alucinação de ver o coração dessa pessoa comunicar ao coração do professor “Aperte com o meu filho pois há muito que desisti de apertar comigo”.

Uma das minhas frases favoritas é esta de Marco Aurélio «O Homem comum é exigente com os outros. O Homem superior é exigente consigo mesmo».

Aproveitando a reflexão deste antigo imperador romano convido-te a apertares mais contigo e menos com o teu filho. Aperta mais contigo até que seja natural para o teu filho ver os pais a estudar, a trabalhar e a conversar sobre como podem fazer ainda melhor e como se podem tornar melhores em vez de os ver a criticar o que está mal nele, no companheiro, no seu trabalho, nos seus colegas, no seu chefe, no desporto, na política, no país, etc.

Talvez sintas que esteja a ser muito duro, mas às vezes é necessário recordar que enquanto os pais desejam que os filhos sejam os melhores em tudo, quando estes provavelmente nem conseguem ser ‘suficientes’, os filhos apenas querem ser iguais aos pais. Não acredito que alguma criança queira ter uma nota má. Nenhuma quer isso, muito menos quer desiludir os seus heróis e exemplos de vida, ou seja, os pais. Ter uma nota menos boa já é uma tortura suficiente para eles.

Acredito que o nosso papel como pais é muito mais o de os ajudar a superar isso, começando por ser um exemplo e percebendo o que a criança está a sentir em relação às notas e à escola para depois orientar, ajudar no que podermos e dar amor, muito amor. Principalmente se as notas não tiverem sido as melhores. Lembra-te, o amor pode curar tudo, até as notas negativas.

Até porque as notas valem o que valem e aqui para nós que ninguém nos ouve, valem muito pouco. 😉

Esta foi a minha contribuição de hoje para a Comunidade Pais Mais Ligados, agora quero ver a tua! Aproveita este artigo para manifestares a tua opinião ou até mesmo para abrires um debate sobre o tema. Se este artigo fez sentido para ti e achares que possa ajudar alguém, por favor partilha.

Com amor,

António

Gostou deste artigo? Então comente, partilhe e seja o primeiro a receber todos os artigos da comunidade Pais mais Ligados, inscreva-se com o seu nome e e-mail para receber todos os artigos e novidades da comunidade.

Um comentário no post “Más notas na escola? Agora é que vão ser elas!

  1. Concordo com o artigo.
    Como devo fazer então? Meu filho veio com 5 vermelhas (entre elas as notas vai de 1 a 3).
    Eu não vejo se quer pegar cadernos para estudar.
    Não sei o que fazer, oferece ajuda desde professores particulares até terapias e ele rejeita.


Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.